Buscar
  • Irhis Consultoria

10 dicas para que a dinâmica do seu Processo Seletivo seja um sucesso!

Todos nós já vimos na televisão, ou mesmo experienciamos, essa parte tão temida e talvez até imprevisível dos processos seletivos: a dinâmica grupal. Por que faz sentido que ela faça parte do Processo Seletivo da nossa EJ? Como fazer com que os candidatos se sintam bem e a empresa consiga ver quem realmente está preparado para o desafio de ser um empresário júnior? O artigo de hoje dá continuidade à série da Irhis Consultoria sobre Processos Seletivos, e traz dicas muito práticas e importantes para você selecionar sempre as melhores pessoas para a sua Empresa Júnior!


O Processo Seletivo é o processo que tem por objetivo selecionar candidatos para ocuparem determinados cargos dentro de uma empresa. Esse processo é muito importante e deve ser levado a sério, pois dele dependem a escolha das pessoas com quem você trabalhará todos os dias, além da continuidade (ou não) do crescimento e sucesso da EJ.


Parece muito sério, não é? Mas esse processo merece mesmo nossa atenção por ser muito importante para o bom andamento das coisas durante o ano todo. Por exemplo: As pessoas que forem selecionadas serão os futuros líderes e diretores da EJ, realizarão projetos, terão contato constante com membros e com clientes… É preciso garantir que teremos as melhores pessoas no barco com a gente, pessoas motivadas, capacitadas e que não deixarão a EJ na mão em tempos de dificuldade.


Processos Seletivos podem ser compostos de diversas fases, cada uma com suas características e objetivos específicos, cujos resultados são usados como insumo para avaliar os candidatos e selecionar as melhores pessoas possíveis para a nossa EJ. São alguns exemplos de instrumentos o fit cultural, a dinâmica grupal, a entrevista individual, etc.


No artigo de hoje falaremos mais sobre a dinâmica grupal, mas você pode obter informações sobre os outros instrumentos ainda esse mês nos próximos artigos da série ou entrando em contato com a gente pelo nosso site!


A dinâmica no Processo Seletivo

No contexto da dinâmica grupal, diferentes pessoas interessadas em serem selecionadas são colocadas frente a frente para trabalharem juntas na solução de alguma tarefa e, assim, são avaliadas. Será que essa forma de avaliação é efetiva? Sim!

Diferentemente da entrevista individual, na dinâmica conseguimos observar os candidatos na prática: a forma como lidam com situações interpessoais, de conflito, de pressão, que exigem liderança, comunicação assertiva, organização, etc. Assim, a dinâmica e a entrevista se complementam bem, pois como a dinâmica é baseada em comportamentos concretos, seus insumos podem confirmar ou não o discurso trazido pelo candidato ao longo da entrevista.


A seguir, você encontrará 10 dicas muito importantes para que tudo corra bem na dinâmica do seu processo seletivo!


Dicas

1. Avise a todos os candidatos sobre data e local da dinâmica com antecedência, para que possam se programar. Pode ser interessante criar um evento no facebook onde todas essas informações possam ser divulgadas e encontradas com facilidade, isso também já ajuda no recrutamento.


2. Reserve uma sala que possibilite a disposição dos candidatos da forma que foi idealizado (por exemplo, se a atividade da dinâmica exigir que sejam formados grupos, será ideal que a sala tenha certa mobilidade de cadeiras e espaço para que sejam formadas rodas).


3. Uma dinâmica de quebra gelo antes da dinâmica principal pode ser positiva para que os candidatos se sintam mais à vontade e consigam desempenhar a melhor performance quando estiverem sendo avaliados na dinâmica principal.


4. A dinâmica principal tem que conseguir mostrar se as pessoas avaliadas tem ou não os atributos que elas terão que apresentar no dia-a-dia da EJ. Por isso, pense bem sobre o que é essencial que o candidato ideal consiga realizar e crie condições para que ele possa expor isso.


5. Os avaliadores têm que estar bem alinhados sobre o que está sendo avaliado e em como isso será avaliado, para que a análise seja justa.


6. É necessário que todos os candidatos tenham as mesmas condições de avaliação, então perguntas e instruções devem ser fornecidas igualmentes a todos pela pessoa que está conduzindo a dinâmica.


7. Calcule quantos avaliadores serão necessários para que todos os candidatos possam ser avaliados de forma eficiente e integral, sem perder nenhum detalhe relevante. Além disso, é interessante que os candidatos sejam avaliados por pelo menos dois avaliadores, para que a empresa tenha dois pontos de vista para analisar.


8. É importante que sejam registrados comportamentos práticos dos candidatos durante a dinâmica, para que discussões posteriores sobre suas performances sejam embasadas em fatos e não apenas em percepções ou impressões superficiais.


9. É interessante que a EJ peça aos candidatos fotos 3x4 para que possam ser identificados na hora da análise dos dados. Isso é importante pois, algumas vezes, não é possível guardar na memória todos os nomes dos candidatos e o que cada um fez durante a dinâmica.


10. É importante pensar nas informações que serão dadas antes do início da dinâmica, por exemplo: Será ou não permitido sair da sala durante a dinâmica (pra ir no banheiro por exemplo)? Ou ainda, o uso de celulares será permitido? Esses esclarecimentos ajudam a evitar atrasos caso algum candidato faça alguma dessas pergunta no meio da dinâmica além de garantir um processo mais justo para todos!



______________________________________



Esperamos que vocês tenham aproveitado mais esse conteúdo trazido pela Irhis Consultoria! Se você utilizar essas dicas, conta pra gente como foi e, se quiser saber mais, é só mandar uma mensagem aqui no site que a gente responde rapidinho!


Continuem acompanhando a série sobre processo seletivo desse mês, ainda tem muito mais informações úteis vindo aí!

63 visualizações

Irhis Consultoria Júnior em Psicologia

Av. dos Bandeirantes, 3900 - CEP: 14040-901

Monte Alegre - Ribeirão Preto/SP

  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2019 por Irhis Consultoria Júnior em Psicologia